Manipulação de gráfico no jornal Estadão

Um claro exemplo de manipulação na capa do Estadão de hoje: um gráfico simplesmente errado.

Gráfico Estadão

Ele está completamente fora de escala: tanto Bolsonaro quanto Haddad aumentaram sua rejeição em 7%, mas o gráfico leva a acreditar que o aumento de Haddad foi muito maior. As retas deveriam ser paralelas.

Não vejo problema em um meio de comunicação ter seus viés político (é impossível não ter!), mas é triste que um jornal de tamanha circulação tenha que apelar para mentiras como essa ao invés de apresentar argumentos sólidos.

Afinal, quem está produzindo fake news? Ao contrário do que muitos pensam, isso ocorre desde muito antes da internet; esse gráfico do Estadão é um exemplo disso.

Código em R para gerar o gráfico correto:

library(ggplot2)
library(scales)
dados <- data.frame(periodo=c("20/Ago","20/Ago","20/Ago","20/Ago","20/Ago",
                              "5/Set","5/Set","5/Set","5/Set","5/Set"),
                    candidato=c("Bolsonaro","Alckmin","Marina","Ciro","Haddad",
                                "Bolsonaro","Alckmin","Marina","Ciro","Haddad"),
                    rejeição=c(37,25,23,21,16,
                               44,22,26,20,23)/100)

ggplot(dados,aes(x=periodo,y=rejeição,
                 color=candidato,group=candidato))+
  geom_point(size=5)+geom_line(size=2)+
  theme_minimal(base_size = 16)+
  geom_text(data=dados[dados$periodo=="5/Set",],
            aes(label=candidato),hjust=-0.25, 
            vjust=0,size=6)+
  geom_text(data=dados[dados$periodo=="20/Ago",],
            aes(label=candidato),hjust=1.2, 
            vjust=0,size=6)+
  ylab("Rejeição")+ 
  scale_y_continuous(labels = percent)+
  theme(legend.position="none")+
  xlab("")

Related

comments powered by Disqus